SOCIAL MEDIA

20/01/2017

O coração dela aprendeu


Dedicado à todas as garotas que já sofreram por um babaca.
Ela já tinha chorado bastante. Do nada, a sensação de angústia e as lembranças do passado voltaram. Ela havia voltado a remoer a dor que ainda dilacerava o peito. Mas dentro dela algo insistia em dizer que era o último choro.

Foi então que ela se debruçou pela janela. Admirou a paisagem e tudo fez sentido. Uma sensação de paz e de reconforto lhe preenchia aos poucos ao passo que ela começava a decifrar tudo que lhe havia acontecido.

Ela entendeu que não precisa depositar sua vida em ter alguém do lado para desabafar sobre seus sonhos ou receber atenção de volta. Ela podia fazer isso por ela mesma, afinal, não pode haver ninguém nesse mundo que goste tando dela do que ela própria. Carinhas sempre aparecem na nossa vida sendo gentis, fazendo questão de dar "bom dia" e serem atenciosos, mas isso acontece até mesmo com os que não tem boas intenções.

Ela aprendeu que as pessoas mentem para conseguir o que querem. Que o cara pode até te fazer se sentir especial no primeiro momento, te dizer palavras belas, tudo o que você precisava ouvir, mas isso não significa que ele realmente seja o cara que você sonhou ou que esteja sendo sincero.

Ela aprendeu que não se pode confiar de imediato nas pessoas nem entregar seu coração a qualquer um de forma tão rápida sem antes conhecê-lo e que precisa ouvir o conselho das suas amigas quando elas dizem que ele não presta. Ela aprendeu que quando se está apaixonada a gente ignora tudo o que a pessoa apresenta de ruim para se jogar na imagem de perfeição que nossa consciência inconsciente cria. E quebramos a cara.

Ela aprendeu que não importa a gravidade de quanto nos magoaram, os caras babacas não estão nem aí pra isso. Eles vão te fazer se sentir culpada, vão te manipular, não vão querer assumir a responsabilidade por terem te iludido e não vão dar a mínima para os seus sentimentos. "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas". O que isso quer dizer? Eles não compreendem.

Ela aprendeu que não há necessidade de correr atrás, de dizer que tais atitudes do cara a magoaram, de justificar que não foram coerentes com a imagem que ele passou no início ou de reclamar porque tal cara que parecia tão legal no começo de repente começa a se afastar. 

Ele não vai mudar com nada que você falar. Ele não vai se importar, porque na verdade ele não se importa. Essa é a verdade que você não quer enxergar porque já havia se apaixonado por ele e acreditou cegamente que ele era diferente dos outros. Mas ele não é nem nunca foi.

Ela aprendeu que se não é dado naturalmente e que se é preciso pedir, implorar, não vale a pena ter. Ela aprendeu que atitudes são bem melhores do que palavras.  

Ela aprendeu que se o cara não age de forma recíproca e você sente falta de algo, se ele começa a se afastar quando você esperava que ele fosse te assumir ou ficar do seu lado como ele disse que faria, bem... Esse cara só te enrolou.

Ela aprendeu que caras quando querem algo com você, vão fazer tudo para ficar com você. E se não querem, vão inventar desculpinhas. E não adianta se sentir mal ou ficar com raiva porque eles elogiam e agem de forma especial com outra garota que mexeu com o coração deles, bem diferente do que fazem com você, te tratando como uma qualquer e menosprezando a garota especial e super ultra mega f*da e maravilhosa que você é.

O coração dela aprendeu todas as verdades.

Ela aprendeu que ele nunca gostou dela.
Ela aprendeu que não precisava sofrer nem se envolver com um babaca como ele.
Ela aprendeu que deveria ter sido mais racional e mesmo que tenha sido fiel aos seus sentimentos e tentado fazer com que as coisas dessem certo, nunca daria certo com a pessoas errada.

Nunca daria certo quando nunca foi amor.

Ela aprendeu que sua vida pode ser maravilhosa, mesmo não tendo alguém do lado.
Ela aprendeu que se dedicar a caras babacas é pura perda de tempo, e que seu tempo é muito precioso, assim como sua paz e equilíbrio mental e emocional.

O coração dela aprendeu que nunca mais vai gostar de alguém, pelo menos não sozinha.
Pelo menos não de alguém que não goste dela com a mesma intensidade.

Este texto faz parte da categoria Minha Escrita, onde textos autorais são publicados aqui no blog.
Créditos da imagem.

comentário(s) pelo facebook:

8 comentários :

  1. Que texto lindo Juh! Sinceramente, estou sem palavras. Realmente, com o tempo percebemos com os próprios erros, que estar sozinha não é um bicho de sete cabeças, ainda mais quando se tem amor próprio. E caso não tiver, é um ótimo momento para cultivar. Amei muito!

    Bjos, Blog Marinspira <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é mesmo. A verdade é que eu errei também, mas é errando que se aprende. Belas palavras, muito obrigada <3

      Excluir
  2. O adeus e os carinhas babacas são um complicação e tanto. Felizmente nascemos com o coração aberto e temos o prazer de vivenciar cada sensação descrita no teu texto. Tudo passa. Somos responsáveis pela nossa felicidade e pelo coração partido. Ele se cura com o tempo ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super verdade, nós somos sempre responsáveis, porque permitimos que o outro só faça aquilo que permitimos. Me faltou um pouco de amor próprio e bom senso, mas é a vida né? Realmente uma complicação conviver com caras babacas, mas o importante é o aprendizado que fica.

      Excluir
  3. Que texto lindo e verdadeiro! Você escreve MUITO bem, parabéns. Conseguiu fazer com que eu sentisse cada palavra que você escrevia.
    Beijosss

    www.madamices.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Gabi, muito obrigada pelas palavras <3 Beijão!

      Excluir
  4. É sempre assim. Uma hora aprendemos, com aquele amor que foi 'um erro'. Cansamos de chorar e as vezes desistimos de amar, assim, procurando o amor próprio. Ótimo texto, Juh! Parabéns! Ameei muito! Bjos, Blog Marinspira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, os erros tem muito a nos ensinar e podem até ser positivos no fim das contas.
      Obrigada pelo comentário <3

      Excluir