Lendo meu diário de 12 anos


Eu anotei alguns futuros temas de posts para escrever aqui e quando avistei meu diário antigo eu pensei: "Por que não falar sobre ele?". Separei alguns dias do meu diário de quando eu era uma garota de 12 anos para fazer um post diferente aqui no blog. Vamos lá:

25/12/2007

"Eu me levantei às 04:25 am para abrir o meu presente, eu nem imaginava que era tão escuro, tive que abrir na cozinha, quando peguei, já sabia que era um diário. Demorei para tirar as chaves do cadeado, consegui abrir, só não consegui fechar o cadeado, deixei aberto, guardei e fui dormir. Me levantei às 05:00 am e chamei Lucas. Ele se levantou e abriu o seu presente, rasgou o embrulho, era um videogame em formato de celular que tinha lanterna. Danilo ganhou um relógio muito chique. Ainda sobrou brigadeiros que eu e Lucas fizemos na véspera de Natal. Foi um dos Natais mais legais!"

Nota: Como deu para perceber, o diário foi um presente de Natal, que eu realmente acreditava que era o Papai Noel que deixava do lado das nossas sandálias na árvore de Natal - fiquei muito decepcionada quando descobri que era minha mãe que colocava. Lucas e Danilo são meus irmãos. 
31/12/2007

"É fim de ano! Segura Lupe! Vem Lupe! Mainha alugou um bolo de chocolate e salgadinhos que estavam dentro de uma cesta, é bom, pois eu posso levar a cesta para a aula de biscuit e ela tem formato de cesta de pão!
Pedro Luis viajou pro Ceará, ai que pena! Fico pensando se Pepê tem medo de fogos, de dormir com o PÊI, CHUUUNN, BLOOM... Amanhã eu escolherei o nome desse diário (...). Eu desejo um Feliz 2008! Com muito love e pace na sua life!".

Nota: Lupe era meu cachorro <3 e Pedro Luis meu vizinho de 1 ano na época. Eu não tenho ideia de onde eu tirei essas onomatopeias para o barulho de fogos de artifício. Eu estava aprendendo a gostar de inglês por isso esse exagero em falar "love" e "life" e eu escrevi peace (paz) errado mesmo, rs.
07/01/2008

"Hoje eu conheci o quintal de uma forma que eu nunca tinha visto. Trilhas sinistras, parecia que eu ia parar numa aventura de filme de terror, sabe Noel, aliás, eu estava vivendo esse tipo de aventura.
Mainha reclamou muito de Breno, ele pegou a bola dos meninos e levou para a sua casa. No sábado, dia 05, Lucas conseguiu se matricular pelo 0800 286 0086, sorte que ainda não estava na internet. No capítulo de Malhação de hoje eu já sabia de várias coisas, só não tinha visto os uniformes, o vencedor, o de Pedro e Angelina é parecido com o do Lions, só que bem mais feio!".

Nota: Eu tinha ido para a parte depois do meu quintal pela primeira vez e hoje ao meu ver não é tão maravilhoso assim, mas sabe como é imaginação de criança. Noel foi o nome que eu dei ao meu diário, acho que foi por conta do Natal mesmo, rs. Breno era um amigo do meu irmão que aprontava muito. Para se matricular em escolas públicas aqui em Pernambuco na época era preciso ligar pra esse número e eu falei de "sorte" porque a gente usava internet discada e tinha que desconectar o fio do telefone. Lions era a escola que estudei e deu pra perceber que eu era fã de Malhação, haha.
03/03/2008

"Hoje, o nosso grupinho se deu conta de que ganhamos mais uma nova amiga! De verdade! Maria.
As meninas ficaram tirando foto com o celular que Maria tem. Maria disse que ia botar no ORKUT dela. Thalita era a + que queria sair por aí com o celular de Maria para tirar foto dos outros. Eu não gosto não, disso não, de ficar passeando pela escola com o celular dos outros não. (...)".

Nota: Eu estou cada vez mais ciente que eu tinha certos problemas com uso de vírgulas e gramática em si, mas eu só tinha 12 anos, então tudo bem, rs. Lembro que fiquei muito chateada com minha amiga Thalita nesse dia por ela ter se recusado a me ajudar em algo que eu pedi para mexer no celular de... Maria, haha. E o Orkut bombava nesse tempo: tirar foto pra postar no Facebook? O que é isso? 
E agora algumas fotos da relíquia:



Eu parei de escrever nesse diário em abril de 2008, depois de um dia que eu fiquei muito triste e não tive ânimo para escrever. Até hoje eu tenho dificuldades em escrever sobre dias tristes, mas sei que diário é pra isso, tanto pra escrever sobre dias bons quanto sobre dias ruins. Esse ano eu usei minha agenda como diário e sem perceber repeti a mesma situação: perdi a vontade de documentar sobre meu dias depois que situações negativas aconteceram.

E hoje, num bad day, ler um pouquinho de tudo isso me fez bem, porque quando criança eu tinha uma mente sonhadora e naquele tempo eu não tinha tantas preocupações.

E vocês? Ainda guardam seus diários? 
Que tal experimentar ler o que você escreveu quando adolescente?

comentário(s) pelo facebook:

12 comentários

  1. Você me fez relembrar os meus diários!!! Pena que não tenho mais nenhum, um dia me deu a louca e joguei tudo fora!!! Mas tinha cada coisa....
    Adorei o post!!! Abraços

    www.biashaina.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei como esse acabou sendo preservado, porque já joguei muita coisa antiga minha fora também, haha. É muito bom ler o que escrevemos há muito tempo atrás, eu adoraria ler meus blogs antigos, por exemplo, que também eram "diários" pra mim.
      Beijokas

      Excluir
  2. Eu tinha um carderno que eu escrevia tudo, desde pensamentos a mensagens amorosas rsrs.
    Eu lendo percebo que eu tinha uma vida boa sabe, não que hoje seja triste, mas as responsabilidades nos dá outra visão do mundo
    Anny
    www.falaaianny.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu lembro que quando eu tinha uns 5, 6 anos, eu usava meus cadernos para escrever coisas diversas também... pensamentos de criança mesmo, que eu adorara reler, acho que ficaria bem boba com minha mentalidade na época!
      As responsabilidades mudam a gente mesmo, eu fico surpresa como a gente pensa diferente quando criança, não temos tanto medo assim.
      Beijos

      Excluir
  3. Ai que fofo! Adorei esse post! Hahaha! Eu com certeza devo ter um diário perdido por aqui também. Qualquer dia eu procuro.
    Cheiro de Pipoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procura, garanto que você vai se surpreender com o que escrevia :)

      Excluir
  4. Ai, tenho tantos diários, parei de escrever nele porque minha mãe lia tudo, então nunca me senti verdadeiramente a vontade depois que descobri,sabe?
    Amo ler algumas partes deles, porém não gosto mais porque costumava desabafar lá principalmente as coisas ruins que me aconteciam, então tenho relatados os piores momentos que já me aconteceram. É como se eu revivesse aquele tempo ruim. Mas também me faz bem porque ao ler aquilo, enxergo o quão bem estou hoje!
    Beijos, amei a ideia :)

    Blog Insaturada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não iam gostar que lessem haha. Tudo o que você guarda pra você está ali e de repente alguém lê é como se invadissem sua privacidade. Perde o sentido.
      Sobre os piores momentos, eu realmente perdia a vontade de escrever nesses dias, e até tenho uma certa raiva por isso, mas também voltar àquilo tudo pode ser desafiador. Tem coisas que é melhor deixar passar! Mas também tem o lado positivo, como você falou. Muito complexo :)
      Fico feliz que tenha gostado do post <3
      Um beijo

      Excluir
  5. Awn, amo posts assim... Pra te falar a verdade eu sempre tive diários, porém nunca dava continuidade a eles. As vezes em momento de "revolta", acabava rasgando tudo fora. Até hoje tento escrever no diário, tanto no caderno quanto em alguns app's que a play store tem. Só esse ano já tentei umas 10 vezes e acabei desistindo, rasgando e excluindo tudo. Mas lembro, que antes quando tinha eu anotava cada detalhe e é maravilhoso ler depois de algum tempo, pois a gente vê o quanto amadureceu e além do mais, nos faz lembrar de detalhes que não lembravamos...

    www.blogfeeminices.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca fui fiel a diários e minha "revolta" foi deixar eles de lado, já que não sinto ânimo pra escrever sobre dias tristes. Já instalei alguns apps também, mas não levei a sério. Às vezes penso que me lembro de tudo e quando leio o que notei me surpreendo com coisas que eu sequer lembrava! Por isso acho muito interessante anotar exatamente o que passou no dia, a riqueza de informações vai ser bem melhor e você vai se surpreender mais! Vou tentar fazer um direitinho ano que vem :)
      Muito obrigada por deixar seu comentário <3
      Beijos

      Excluir
  6. Eu tenho a maioria dos meus diários, só alguns que se perderam com o tempo e devido as mudanças de casas que fiz. Acredito que o mais antigo seja de 2000 e sempre que pego pra le-los, dá uma nostalgia ao lembrar de coisas que o cérebro não resgada sem um estímulo!
    Adorei o post!
    Acho que faria um post do tipo se eu tivesse meus diários comigo, aqui na Finlândia <3
    A Bela, não a Fera | Youtube A Bela, não a Fera | Fã Page no Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu queria muito ter outros diários pra poder sentir essa sensação gostosa! Uma pena que você não os tenha mais, realmente ler um diário é surpreendente porque faz a gente se lembrar de coisas que a gente nem lembrava mais hehe

      Excluir