Para, brother: A página onde homens lutam contra o machismo

Eu já fiz um post sobre assédio às mulheres, veja aqui. Quem é mulher com certeza já lidou com comentários ou atitudes machistas, que muitas vezes são reproduzidos até por outras mulheres sem que haja percepção disso. 

Hoje eu vim comentar sobre uma página no Facebook muito bacana, que é a Para, brother. A própria é descrita como "uma página que propõe discussões para tentarmos reverter a cultura de opressão à mulher usando nosso espaço de influência: a rodinha dos brother".

A página traz uma série de imagens onde situações cotidianas e machistas são intensamente criticadas em linguagem próxima ao público a que é destinado . 


Eu tenho pais altamente machistas, inclusive minha mãe reproduz comentários negativos do tipo e acha que estamos totalmente a mercê do que alguns homens fazem com a gente. Eu nunca entendi por que eu sempre fui altamente responsabilizada pelas tarefas domésticas, inclusive quando eu ainda era criança e muito criticada por isso. Eu via meus irmãos todos desocupados, sem fazer algum serviço que fosse, e me questionava: "E os meus irmãos? Por que também não devem lavar o que sujaram?". Ela reclamava de volta, achando desnecessário e um desrespeito meus questionamentos.

Até hoje meus irmãos não lavam uma xícara sequer e a única pessoa na casa que tem que se preocupar com serviços domésticos sou eu, afinal, "homens não devem fazer isso". Totalmente errado. Eu me sinto muito mal em me ver totalmente responsabilizada por arrumar tudo o que 5 pessoas bagunçam numa casa só. Eu tenho que abrir mão das minhas coisas para fazer algo que deveria ser contribuído por todos. Onde que o serviços domésticos estão intimamente relacionados à presença do sexo feminino? Nunca entendi isso.


Quem nunca ouviu banalizações a respeito de vítimas de estupro? "Ah, mas se ela estava em um bar, bebendo todas, ao invés de estar em casa ou estudando, foi tudo culpa dela. Queria o quê?". Recentemente li um caso de uma mulher que foi estuprada por vários caras quando estava em um bar com um amigo, que simplesmente se viram no direito de assediá-la e fazer o que quiserem com ela. Leia a notícia aqui. Mas quando homens saem para beber, se divertir, ninguém os critica ou sugere que eles estão pedindo para serem estuprados ou que deveriam se ocupar com estudos. 

Ah, não podemos esquecer de falar da roupa da vítima né? O que tem de homem que acha que a mulher se veste para agradar e se insinuar a ele não é brincadeira não. Há pouco mais de um mês um cara num carro saiu da pista e se aproximou de mim enquanto eu caminhava sozinha na rua. Para minha sorte, eu pude me afastar e a Polícia viu tudo e me encontrou a uns metros à frente. Sabe o que o Policial falou pra mim?

"Mas olha sua roupa! Veja só a roupa que você está vestindo! Você sabe que está tendo onda de estupro por aí né? Saia com uma roupa mais comportada, se você se veste sensual claro que naturalmente vão mexer com você!".

Não, eu não tive nenhuma notícia se foram atrás do tal cara, se anotaram a placa do carro, se foram questioná-lo... Só recebi dezenas de comentários sobre a minha roupa, afinal, super normal um homem ver uma mulher sozinha na rua e se ver no direito de mexer com ela. Leia meu relato aqui.


Quantas mulheres não tiveram suas vidas destruídas depois de terem fotos intimas compartilhadas pelos seus companheiros ou ex? Muitas. E é incrível como a sociedade cai sempre em cima da mulher, e não é de hoje não. Quando eu era bem mais nova eu vi um homem comentando que achou um grupo de meninas ter ido prestar queixa dos seus namorados após estes divulgarem suas fotos íntimas para outros rapazes. E esse mesmo homem falou: "É isso que essas meninas querem da vida!". Mas espera aí... Não era um momento intimo do casal? Não era algo que só acontece entre eles? É natural um homem ter momentos de prazer, mas se uma mulher faz é algo totalmente imoral e ela deve ter toda a sua vida e caráter julgado por ter um momento íntimo assim como os homens tem?

E quanto aos homens que divulgam o material sem o consentimento de quem o enviou? Estão certos? É natural achar que as mulheres que se sentem à vontade para se relacionar com fotos ou vídeos íntimos são vadias e merecem ser desvalorizadas e tratadas dessa forma? Claro que não!


Perdi as contas de até mesmo quando eu era criança meu pai me humilhou dizendo que eu não poderia fazer algo ou fazia certas coisas "erradas" só "porque eu sou mulher". Até já ouvi isso do meu irmão e foi muito negativo pra mim. Me perguntei: "De onde eles aprendem essas coisas?". Muitos homens acham que mulheres não são capazes de falar sobre esportes, sobre direção, estudos, e muitas vezes quando uma naturalmente expõe sua fala sobre esses assuntos se sentem ofendidos e tentam de uma maneira ou outra as menosprezar.

Tanto homens quanto mulheres falham. Aliás, errar é humano. Mas se uma mulher falhar tanto no que diz, tanto na direção, ou em qualquer outra coisa: "só podia ser mulher!", "ah, mulher não sabe mesmo!". 
Confesso que ao escrever esse post me senti meio mal, pensando em tudo que já passei e nas inúmeras notícias ruins que eu já soube em decorrência de atitudes machistas. Esse assunto é muito sério. Eu dou imensos parabéns à página e recomendo todo mundo a passar na página Para, brother deixar seu like e apoio a esse trabalho maravilhoso.

A partir de hoje, sempre que ver um ato machista, pense:

#parabrother

comentário(s) pelo facebook:

8 comentários

  1. Para, brother! Foi isso que pensei lendo todo o teu post, Juh! Não tem coisa pior do que uma conduta sem sentido, como essas que a gente vê todo santo dia? Aqui, como eu sou a que passa mais tempo dentro de casa por estar desempregada, acabo com uma boa quantidade de tarefas, só que já saio avisando pra todo mundo que "sujou, lavou"! Até no emprego eu era assim. Nunca entendi essa história de a maior parte do serviço de casa ficar com a mulher se todo mundo usa e todo mundo suja. Aqui em casa nós somos em quatro e a casa é grande, então sem condição de trabalhar sozinha! E esse negócio de culpar a vítima do assédio, hein? Vc não culpa uma vítima de roubo por ter sido roubada, vc culpa o ladrão? Então pq a diferença de opinião quanto a assédio/estupro? Não tem lógica! Quanto à polícia, o despreparo deles não me surpreende nem um pouco, infelizmente...
    Post maravilhoso, aliás!
    Um beijo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei essas palavras "para, brother!" <3
      Queria saber me impôr assim! Como sou a única menina em casa eu tenho que engolir muita coisa.. que até não posso fazer academia porque sou mulher, era melhor eu ficar em casa! É frustante ter que aguentar tudo isso todo dia.
      É muito lógico reconhecer que o errado é a pessoa que pratica o crime, que pratica o assédio, confesso que na hora fiquei muito espantada, sem entender totalmente a situação, mas as pessoas quando souberam me falaram que "normal, só os 'homi' sendo os 'homi'". E infelizmente enquanto a gente falar não muda nada, tudo depende da mudança de atitude deles.

      Muito obrigada pelo comentários e belas palavras!
      Um beijo <3

      Excluir
  2. Que máximo essa página ♥ não conhecia!!
    E o mais incrível que são Homem,sim homens por que não?
    Na minha família meu pai e bem machista, acabo discutindo muito vezes com ele, minha irma do meio também tem uns pensamentos nada haver, acho que nasci feminista, não suporto ver ninguém humilhando uma mulher ou batendo, odeio injustiça, não só com mulher e sim com homem, aliás qualquer genero ... ótimo post www.lamoonier.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é bem novinha, mas já começou com um ideal incrível!
      Também achei interessante isso, inclusive uma das publicações mais recentes da página é promovendo os homens a repensarem seus atos e pedirem desculpas por atitudes machistas que já fizeram. Eles tentam desconstruir o machismo de uma ótima forma.
      Cara, é horrível conviver com o machismo, ainda mais com pessoas próximas! O Feminismo é um ótimo movimento <3 Temos que lutar por igualdade já.
      Beijinhos

      Excluir
  3. O teu texto fez-me pensar em tanta coisa: mansplaining, micro-agressões, culpabilização da vítima, machismo perpetuado pelas próprias mulheres... Lembrei-me da minha mãe dizer-me Nenhum homem vai querer ficar contigo por não saberes cozinhar e eu responder Eu não nasci para ser criada particular de homem nenhum, por isso estou tranquila e ela ficar irritada. Actualmente a sua mentalidade mudou um bocadinho, apesar de ainda fazer alguns comentários machistas. É muito doloroso ver as nossas mães e avós a perpetuar aquilo que as oprimiu e as sufocou.

    Não quero estender-me muito neste assunto, mas conheço um caso de divulgação de conteúdo íntimo. Ela não sabia que estava a ser filmada e foi a única a ser criticada e insultada: já ele foi elevado a rei. Fiquei chateada com toda a gente quando isso aconteceu, tanto por não achar justo atacarem a vítima como por glorificarem uma atitude nojenta como esta.

    A questão da roupa/estado de consciência/conduta é outro ponto que me transcende completamente: é incrível como a misoginia consegue transformar uma violação no único crime em que a vítima é questionada, julgada e desconsiderada. Só 2% dos violadores são condenados (a nível mundial) e pensar que milhões de mulheres vivem com o medo constante de cruzarem-se novamente com os seus agressores mete asco.

    Não te conheço mas fiquei profundamente triste ao tomar conhecimento das tuas obrigações domésticas enquanto os teus irmãos estão livres disso. Espero que, um dia, consigas insurgir-te o suficiente até os teus pais perceberem que essa péssima distribuição de tarefas é nociva, destrutiva e injusta. E que eles, como família, não devem fazer esses comentários escabrosos que te desvalorizam por seres mulher. Como se mulher fosse uma coisa inferior, defeituosa e desajeitada. Isso não se faz, ponto.

    Beijinho*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei seu comentário! Já ouvi algo parecido de meus pais, até cheguei a comentar que pretendia morar sozinha e meu pai falou: "sim, eu sei que um dia um homem vai chegar aqui para te levar para morar com ele" e eu fiquei desnorteada. Como assim? Desde quando nascemos para atender à vontades alheias e não ao que queremos?

      Casos assim são mais comuns do que parece. Os homens costumam não ser criticados, mas serem "honrados" por conta disso é inaceitável. Nunca vou entender porque tanta agressividade às mulheres. Eu me surpreendi com o meu caso com os policiais e com muitos que eu lia pela internet, mas não imaginava a banalização que é. Como assim, nós, as vítimas, saímos com a intenção de sermos estupradas, assediadas? O que passa na mente desses caras não é problema não? É uma pena que tem gente que pensa assim e não podemos recorrer a ninguém!

      Fico grata pela empatia e inclusive hoje já sofri por isso de novo haha. Me impôr ainda não tem ajudado muito enquanto as mentes deles estiverem fechadas e ignorantes. Isso não se faz mesmo, mas ainda é muito difícil de quebrar toda essa corrente de pensamento. Já tô pensando em dar o fora daqui, rs. Quem sabe no dia que vou ser livre em outra residência só minha me sentirei mais respeitada.

      Beijos! <3

      Excluir
  4. Minha mãe nem tanto mas o meu pai é muito machista e infelizmente meu irmão mais novo está quase pensando que nem ele, eu faço o possível para reverter isso, eu amo o meu pai mas detesto quando ele começar com "casa desarrumada, tem mulher aqui em casa não?" eu só penso "e o senhor, não tem mãos, pernas e inteligência suficiente pra arrumar não?".
    E um dia desses aconteceu um caso comigo super desagradável de assedio na faculdade 😥💔
    Www.meninapsicotica.WordPress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei da tua resposta, é exatamente isso: todos sujamos e temos obrigações, por que não nos responsabilizarmos pelas coisas que fazemos e deveres que temos? Como pode depositar a responsabilidade em uma só pessoa, e só porque ela é mulher? E a função dos homens é o que, serem desocupados? Falo isso porque na minha casa é assim, meus irmãos não fazem praticamente nada, nem o que seria "tarefa de homens".

      Olha, assédio é muito difícil de encarar e infelizmente acontece em qualquer lugar, dentro de casa, na rua, na universidade, na igreja... estamos a mercê disso! Infelizmente! Sinto muito com o que aconteceu com você e espero que não tenha sido ainda mais grave.

      Beijos, obrigada por comentar! <3

      Excluir