SOCIAL MEDIA

17/09/2016

As "blogueiras" de hoje em dia


Resolvi fazer este post depois de há muito tempo me deparar com situações que me incomodaram e de ler posts maravilhosos como o Admirável blogosfera nova e o Não desista de ser blogueira (leia porque são posts complementares e vão lhe agregar muito, viu!?). 

Vamos lá... Quando criei meu primeiro blog foi algo meio instintivo pra mim... Ninguém chegou para mim e falou "Vou te ensinar a criar um blog" ou "Vou te mostrar o que é um blog e o que você deve escrever nele". Claro que em si não é um problema pesquisar no Google informações de como criar um blog. em que site hospedar, etc.... Estou querendo dizer que criei um blog porque meu coração de garota insegura tímida jovem de 14 anos queria um espaço pra só chamar de seu e compartilhar seus pensamentos e assim o fez.

Eu estava fascinada pelo trabalho de uma blogueira que tinha seu próprio blog e fazia seus próprios layouts (Natxhypy, que me inspirei ao criar o nome do blog). Eu conheci o blog Evelyn's Place da Evelyn Regly e me encantei por tudo aquilo. Eu salvava layouts free, editava imagens, descobria códigos HTML e aos poucos eu ia evoluindo. Passava tardes escrevendo como foi o meu dia, o que me deixou feliz, o que me deixou triste. Me preocupava em atualizar os blogs e dar o meu máximo.


Passava tantos dias na Internet que resolvi me dar uma folga. Em 2014, 2015 ensaiei umas voltas á blogosfera mas nada foi definitivo. Agora, em 2016, aos 21 anos e adulta, resolvi voltar com seriedade e pôr em prática minha paixão por Webdesign & Design Gráfico de forma profissional (com 14 anos eu tinha um blog que fazia encomendas de layout & HTML em todo o país). Estava numa gráfica quando senti saudade dos tempos que eu era adolescente e "trabalhava" com tudo aquilo naturalmente, por amor e dedicação, e resolvi que era tempo de recomeçar.

Por ironia do destino, não consegui me dedicar a escrever algo sobre Design em si. Mas senti vontades de escrever meus textos, sobre situações do dia-a-dia, reflexões, conselhos, poesias, crônicas, algo que fosse de certa forma ajudar as pessoas. E então comecei a produzir esse tipo de conteúdo, bem sincero e que pudesse me fazer bem porque eu AMO escrever e amo interagir pela escrita de um blog.
Mas onde eu quero chegar com tudo isso? Bem... quando eu comentei com colegas que estava animada porque criei meu blog atual e pela primeira vez na vida comprei um domínio e tenho meu próprio site, a pergunta que me fizeram foi "Você ganha dinheiro no teu blog como?". Não estava em evidência toda a minha trajetória com blogs, todo o meu amor por isso, meu trabalho por Webdesign e minha sensação de pertencimento à Blogosfera. Hoje os blogs não são como era em 2006, 2009... e ter um blog se resume a ganhar dinheiro na internet para pessoas que não são do convívio blogosférico.

Não é um problema em si a influência de blogs serem portas para parcerias e trabalhos que ofereçam uma renda alternativa ou até mesmo uma renda fixa para blogueiros. É bem legal que o potencial e o trabalho destes sejam reconhecidos. Mas o problema aparece quando pessoas criam blogs na tentativa única de imitar os "famosos" e estão imersos na Blogosfera sem saber de fato o que realmente ela é.

Um exemplo é que blogueiras famosas fazem vídeos ou posts de resenhas de produtos, fazem tags, fazem vídeos falando sobre elas, vão à lojas de cosméticos, tem um quarto perfeito, estão sempre bem maquiadas e afins. Aí você visita blogs ou canais no Youtube de pessoas que se inspiram nelas e você encontra reproduções fieis do conteúdo de canais e blogs famosos. Você não vê a identidade do blogueiro, mas vê um mundo surreal e fantasioso.



O que me incomoda não é só ir em grupos de Facebook de blogueiros e me deparar com centenas de posts de resenha de esmalte, de produtos de cabelo, de vlogs no shopping, de tags pessoais.... Mas me deparar com posts sem a sinceridade do autor e sem preocupação em agregar informações para quem lê ou assiste. Um dia desses visitei um canal no Youtube de uma "blogueira" onde só há vídeos com os mesmos temas dos de blogueiras famosas. Fui visitar o blog dela e para o meu espanto mal haviam posts, mas frases desconexas, apenas vídeos soltos e uma frase de "Oi pessoal, vejam meu vídeo de hoje" e o design sem o menor interesse em ter uma Identidade Visual organizada.

Não havia no tal blog uma interação com o leitor, comentários e/ou comentários respondidos. Mas sim um blog feito "de qualquer jeito". E essas mesmas "blogueiras", que apenas divulgam no Youtube ou no Instagram "fotos" e "vídeos bonitinhos", são convidadas à eventos de inauguração de lojas e anunciadas como "as blogueiras" apenas porque possuem centenas ou milhares de seguidores e reproduzem as blogueiras famosas. Volto a salientar que o problema não é ser uma blogueira que fale de cosméticos ou algo do gênero, mas ser alguém que copia o que as famosas fazem unicamente porque acha que aquilo é a fórmula do sucesso, que aquilo é ser blogueira, que aquilo vai lhe dar dinheiro.

Aí eu fico questionando: "Cadê a produção de conteúdo?", "Como essas pessoas são intituladas 'blogueiras' sem serem fieis à própria identidade e reproduzindo apenas o que os outros fazem?".
Acho muito legal o fato de  blogueiros serem mais reconhecidos a ponto de que o termo "blogueiro" se iguale a uma profissão e seja de fato uma. Mas não acho nada legal a deformação da imagem do que é ser uma blogueira. Muitos estão associando à ideia de que você tem que andar sempre arrumada, falar de maquiagem, ganhar recebidos, fazer viagem, ir a eventos, mesmo que você não produza nada no seu blog.


Ser blogueiro é ter uma autenticidade e interação com o seu blog. É falar sobre o que você sabe e que você quer passar para as pessoas, seja conteúdo de moda, livros, diário pessoal, esportes, unha, viagens, culinária e uma infinita gama de diversidades de assuntos, mas sempre contendo a dedicação e um tanto de amor pelo que se faz e se escreve. E claro, interagir com seus leitores, afinal eles são pessoas reais que se interessam pelo que você posta e não pessoas imaginárias num mundo fantasioso ou meros produtos consolidados e comerciais.

Não quero ser blogueira por status. Se eu tiver oportunidades de parcerias, de ganhar dinheiro com o blog será por merecimento, e não porque meu blog se resume a ganhar produtos ou a passar uma realidade que não corresponde a minha e a dos meus leitores. Pode apostar que as resenhas serão sinceras e não feitas com apenas frases clichês. Pode apostar que minhas palavras estarão ali e entre elas um pouco de mim e não de uma personagem enraizada na imagem perfeitinha que muitos tem sobre "blogueiras".

comentário(s) pelo facebook:

60 comentários :

  1. Ju, esse post foi o melhor desabafo que já li relacionado a esse tema! Concordo contigo em cada palavrinha, cada dia fica mais difícil encontrar blogs feitos com amor e com o intuito de compartilhar algo de verdade e não ficar famoso, ganhar produtos, reconhecimento instantâneo, etc.
    Assim como você, as minhas parcerias serão consequência (e não objetivo!) de um trabalho bem feito, com muito amor e dedicação.

    O jeito que você abordou esse tema foi incrível. Achei o post sensacional! Infelizmente é tudo pura realidade, o termo "blogueira" está sendo manchado a cada ano que passa, espero que a situação reverta um dia :(

    Obrigada pelo desabafo lindo, acho que todo mundo deveria ter a oportunidade de lê-lo! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo Mel <3. Fico feliz em saber que não estou só a perceber isso. E acaba que nós também somos prejudicados porque é nossa imagem também em jogo. Sempre fico encantada em ver blogs realmente único e diferenciados, sinal de que há amor e investimento ali! Talvez do mesmo modo como isso tudo aconteceu rápido possa ser que perca a graça um dia. Vamos esperar pra ver...

      Obrigada pelo carinho!

      Excluir
  2. Olá Juliana, Tudo bem?
    Encontrei seu post no Facebook e vim dar uma olhadinha. Realmente, faço de suas palavras as minhas. Tenho um blog a dois anos (completei dois anos ontem haha) e preso muito esses conceitos de: dar atenção ao leitor, fazer post com conteúdo mas que sejam divertidos de ler, seguir meu próprio estilo e expor minha opinião sobre aquele assunto, gosto dessa personalidade.
    Admito que não tenho nada vinculado ao blog que me faça ganhar dinheiro, nunca quis isso. Eu amo blogar, escrever, fotografar e retribuir o carinho que recebo dos meus leitores. Claro que em todo esse tempo, já fiz algumas parcerias e tudo mais, porém vieram como consequência do meu trabalho.
    Conheci alguns blogs me 2009 e 2010, não foram muitos, mas me lembro bem!
    A blogsfera de hoje é muito "fechada e limitada", se você diz que é blogueiro muitas pessoas já perguntam de dinheiro, parceria e recebidos, pensam que blog se resume á isso! Mas sabemos que não é.
    Fico muito feliz em saber que ainda existam pessoas que pensem assim. Seu post está digno de um comentário a altura!
    Parabéns, te desejo todo o sucesso do mundo.

    Um beijo | Lukas Reis, Blog Fotografei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que comentário lindo *__*. Amei ler cada palavra. Tão legal ver sua expressão e saber que "ainda há esperança", rs. É muito chato que a imagem de ser blogueiro realmente esteja deformada, porque prejudica muito a gente. Acaba que às vezes podemos ser motivo de chacota ou de zoação, ou até de preconceito por não parecermos em nada com as "famosas" ou não termos coisas. Mas pena maior é vê tanta gente se passando por blogueiro sem produzir conteúdo :(

      Muito obrigada pelo comentário! Beijos

      Excluir
  3. Ju, que texto maravilhoso guria! Ele disse tudo o que eu penso sobre a blogosfera. Preciso dizer que antes de criar um blog eu tive muito medo. Porque eu amo moda,sou estudante desse curso, e amo escrever. Mas sabe quando você enrola alguma coisa por medo do que vão achar? Eu estava assim com o blog. Faz anos que queria criar um, mas acabei criando só no final de julho desse ano. E de inicio deu aquele nervoso sabe? Porque a maioria das blogueiras que se dizem de moda tem guarda roupas que se renovam a cada mês, estão em todos os eventos,hoteis 5 estrelas e resumem moda apenas a consumo e ter para ser feliz. É uma vida glamurosa que não é acessível a muitos. Tem muito "olha o que eu tenho e como me visto" e pouco conteudo. E isso me intimidou no começo, sabe? Nada contra resenhas de produto, compras ou look do dia (eu inclusive faço pists do tipo), mas acho que precisa ter conteúdo por trás da imagem. Precisa ter a pessoa que escreve,a essência e acima de tudo a sinceridade. Algo cada vez mais dificil de se ver.

    Beijooos

    itiskimby.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo... Dá um medo do que as pessoas vão pensar... mas acho que pior mesmo é ver sempre a mesma coisa artificial em todos os blogs, por exemplo, nos de moda ou semelhantes. Dar o primeiro passo é interessante, e imagino que muitas pessoas tenham elogiado teus posts porque há tempos elas não veem algo feito com sinceridade e da mesma realidade que a delas! Legal mesmo é você se identificar com um blog e encontrar o autor ali. Espero que daqui em diante você possa alcançar muitas coisas sendo a maravilhosa blogueira que é.
      Beijos

      Excluir
  4. Você disse tudo o que uma blogueira de verdade pensa. Tem as blogueiras que criam conteudos e as que querem fama e dinheiro. É triste

    omliteratura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito triste! Não é "pecado" pensar em ter retorno financeiro com o blog, mas depositar toda a essência de ter um blog nisso é frustrante. Beijos

      Excluir
  5. Ju a pior coisa é quando a gente faz algo sem amor, dedicação, ou pela obrigação de criar conteúdo. Você lê o texto e "sente" a superficialidade. Esse tipo de blog não me prende.
    Concordo com você, não podemos fazer por status, blogar é um estilo de vida, uma terapia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sente mesmo! Não tem como não ficar explícito que não houve preocupação em escrever ou interagir com quem lê. Amo o bem estar que escrever no blog me oferece, eu nem sei o que tais pessoas sentem ao blogar, talvez algo vago como um ctrl+C ctrl+v...
      Beijo

      Excluir
  6. Oi Juliana
    Concordo com você, confesso que me incomoda inclusive entrar em um blog anunciando a resenha se tal livro e quando entro no post é um vídeo com uma frase como esta :Oi pessoal confiram o meu novo vídeo" ou um texto falando um pouco sobre o que fala o texto . Não sei se dizer o porque eu me incomodo realmente , talvez porque por se trata de um blog eu espero que tenha um texto.
    Eu não vejo o meu blog como fonte de renda, claro que se eu ganhar algum dinheiro com ele ou consegui uma parceria com uma editora eu não reclamaria , mas sim como o meu espaço para falar do que eu gosto .Principalmente de livros rs.
    As vezes eu até inspiro algum post no conteúdo de outros blogueiros e ainda estou buscando aperfeiçoar uma identidade para o meu blog.
    Amei o seu texto.

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super verdade... Blog é para isso, expôr suas visões... ESCREVER haha. Dá um desânimo se deparar com posts assim. Alguns tem até vídeos e texto, mas para você entender o post é preciso que você assista ao vídeos e às vezes a gente não quer assistir. É desanimador.

      Se inspirar em si não é um problema, até porque muito do que a gente aprende em conhecimento veio de outros blogueiros que nos influenciaram, nos deram dicas... mas buscar reproduzi-los e perder nossa autenticidade nunca vai ser uma coisa legal. Fico feliz que tenha amado o texto! Um beijo

      Excluir
  7. O que mais me chateia é que são chamadas de blogueiras, aquelas que não estão nem aí para as palavras, e sim como forma de divulgação de seu canal, ou seja, youtuber, acho super chato.Hoje o youtube e a blogosfera estão tão superficiais, com as mesmas tags, e posts escritos de qualquer maneira.
    Semana passada fui dar uma olhada nos blogs que acompanhava alguns anos atrás, e está ai a pergunta.. cadê O POST?Então a blogosfera de hoje vive em torno do "Oii gente, assistam o vídeo, favoritem, e sigam o blog." e quando não é isso, só tinha posts iguais, somente tags e conteúdos semelhantes, para ganhar dinheiro.
    Nunca nem passou pela minha cabeça ganhar dinheiro com isso de maneira alguma,jamais.
    Enfim,amei seu texto, me identifiquei muito!

    Simplesmente Criativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a superficialidade que me incomoda mesmo... Você percebe que é tudo forçado, imitação. E pensar que tem gente que gosta de ver isso. Fico feliz que tenha se identificado! Obrigada por isso <3 Beijo

      Excluir
  8. Olá Ju,
    Conforme comentei lá na comunidade, essa sensação de falta de identidade está cada vez mais comum. Também percebo isso, e creio que todos devem começar um blog com amor e dedicação, essa é a receita. Me lembro dos primeiros blogueiros a fazerem sucesso como por exemplo a Camila Coelho com o blog Super Vaidosa, acho que a receita do sucesso dela, por exemplo, foi o fato de ela além de talentosa tem criado um blog e um canal com o objetivo de passar o conhecimento a todos que tivessem interesse. Porém o cenário de hoje em dia só mostra 2 coisas: cópias e ostentação. Parei de seguir muita gente por causa disso, pela "mesmisse" e "chatisse". Infelizmente...

    Beijos
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitos acabam mudando sua rotina com o blog depois de ficarem mais reconhecidos. o problema é quando a essência é perdida. E Blogs são um espaço amor demais para serem cultivados de qualquer jeito. Eu acabo que eu nem sigo tanta gente assim, posso seguir algumas, mas não fica aquele "acompanhamento" sabe? Bom mesmo é acompanhar quem a gente pode sentir do ladinho <3

      Um beijo!

      Excluir
  9. Concordo muito, muita gente me pergunta porque nao crio um canal no YouTube eu digo que eu amo escrever, tenho um blog pra escrever, escrevo textos, desabafos, resenhas, mas também faço look do dia, não entendo nada de moda mas amo roupas. O que quero dizer é que você tem que fazer o que gosta, ser você mesma, e se for pra entrar com intuito de ganhar dinheiro ou fama melhor não entrar, por que as coisas só dão certo quando são feitas com amor.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os textos sempre são uma terapia para mim. Sinto muita vontade de criar um canal também, mas não quero deixar a escrita de lado. Dá para ajudar as pessoas das duas formas. E blog é um cantinho especial demais para ter qualquer coisa escrita! Essa questão "do amor" é essencial, porque se você não depositá-lo nada vai ir pra frente. A gente faz as coisas e quando mal esperamos, os frutos vem.
      Obrigada por comentar! Beijo

      Excluir
  10. Já me perguntaram se eu já ganho dinheiro com o meu blog que tenho a pouquissimo tempo e eu disse que não e logo em seguida falarm "então porque tu ainda tem ele?" eu fiquei tipo '-' essas pessoas que já fazer blog e afins só com o intuito de ganhar dinheiro, ao meu ver, dificilmente vai produzir algo realmente bom.
    https://meninapsicotica.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas pessoas não entendem de nada mesmo, hein!? Dá uma peninha... Você pode observar que muitas destas blogueiras assim escrevem ou publicam qualquer coisa de qualquer forma... Não é desse jeito que deve ser! Continue sendo quem você é! Um beijo

      Excluir
  11. Um dos melhores posts que ja li sobre o assunto, parabéns <3 Eu tenho uma história parecida com a sua, de idas e vindas, de descobrir e aprender sobre webdesign, etc. A diferença é que sou mais antiga. Meu primeiro blog foi lááá em 2006 hehehe Fico triste com a quantidade de conteúdo vazio e pensando só em "crescer" e ganhar dinheiro com isso :(
    Abraço! :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo elogio Maria Eduarda! <3 Quem nunca teve vááários blogs até se identificar com o atual? haha 2006 parece ter sido um ano muito gostoso para se ter um blog. Eu adoraria saber como era na época. Esses "conteúdos vazios" são as piores coisas. Que possamos escrever e contribuir a algo com os nossos blogs! Talvez inspirem os outros...
      Abraços! :*

      Excluir
  12. Essa é realidade da maioria das meninas que entram na blogosfera. Elas não se importam em fazer um bom conteúdo, só querem saber de ganhar brindes...aumentar os números e ficar famosa. É uma pena que seja assim viu, pois acho que tem muita marca percebenndo isso e futuramente numeros não serão suficientes para conseguir parcerias e se destacar como blogger.

    Fico feliz de ver essa sua reflexão...espero que muitas meninas leiam esse post e compreendam que ter blog é mto mais que "ganhar brindes".

    Beijo e sucesso Ju ♡
    www.garimpomag.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estão percebendo mesmo, já ouvi inúmeras críticas a respeito. Percebe-se claramente o desespero.

      Obrigada pelo elogio, não fiz mais do querer ajudar! Um beijão e muito obrigada <3

      Excluir
  13. Gostei bastante do que escreveu.
    Quando eu comecei o blog muita gente me criticou por eu não querer fazer para ganhar dinheiro, não entendiam que eu queria fazer aquilo pelo prazer de compartilhar sobre assuntos que gosto de falar. Eu quero ter reconhecimento sim, quero que leiam o que eu produzo e quero melhorar cada vez mais e se for por MERECIMENTO, como você falou, eu vou conseguir uma parceria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pessoal critica sem saber e entender das coisas né!? Eu nem ligo. Preocupe-se em fazer a tua parte que o que você merece vem. E a gente recebe MUITO pelo blog, não só coisas materiais, mas conhecimento pessoal, bem estar, carinho dos leitores e muitas coisas que acontecem que dinheiro nenhum paga. Sucesso pra você! Beijo

      Excluir
  14. Que post maravilhoso, Ju! Melhor desabafo eveeeer! Super concordo e reforço! O que me incomda mt tambem é a galera pensar que todo mundo que cria blog é pra isso, sabe? Poxa, nao e assim, nao falem sem antes saber..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema está nessa generalização toda. Bate até um desânimo, mas é bom saber que existem pessoas que nos entendem e encontrar blogs únicos por aí. As pessoas não conhecem muito o mundo da Blogosfera e acabam julgando superficialmente.

      Excluir
  15. Você escreve muito bem! Li e me identifiquei de uma forma fácil e maravilhosa, acreditava que só eu havia percebido o quando a blogsfera mudou durante esses anos. Criei meu blog em 2010, com o intuito de escrever meus pensamentos, poesias... Mas fiquei muitos anos longe. Quando voltei, vi todo esse caos. Muitas meninas plagiando ou criando postagens sem amor ou conteúdo. Claro que conheci muitas que amam o que fazem e se dedicam.
    Nuvem de Novembro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também notei essa diferença. Eu até imaginava que os blogs estavam em baixa, porque só via gente com canal no Youtube fazendo sucesso e sendo chamadas de "blogueiras", mas não via ninguém dando destaque aos blogs em si haha. Quando voltei vi que tem muita gente blogando e sendo únicas, mas tem muito decepção também. Bom, a nossa parte a gente faz! Beijo

      Excluir
  16. Hey, adorei a postagem!
    Tive uns 5 blogs que não deram certo, mas em 2014 finalmente a coisa engrenou kkkk
    Confesso que comecei o blog pensando em parcerias, assim como muitas começam. No entanto, me encantei tanto por esse mundo que hoje mesmo já tendo algumas, não consigo nem pensar em abandonar, mesmo que às vezes seja difícil atualizar lá.
    Procuro sempre me manter próxima dos meus leitores, responder comentários e retribuir visitas em blogs porque acho que isso é essencial.
    É uma pena que muitas meninas façam tudo por uma parceria, inclusive mentir falando bem de um produto que ela claramente não gostou. Eu já desisto logo de ver os vídeos e ler as postagens quando vejo isso.
    Gosto de sinceridade, gosto de autenticidade. Isso de copiar as blogueiras/vlogueiras famosas não tá com nada!
    Ser blogueira não é fácil como muita gente acha e por mais que eu não ganhe dinheiro com isso, quero continuar fazendo por muuuuuito tempo.
    Amei seu blog, super levinho <3

    Beijos,
    Kemmy|Duas leitoras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Criar vários blogs até se identificar com um... Que blogueira nunca passou por isso? haha Eu mesma já perdi as contas.
      Não é problema pensar em ter parcerias e se organizar pra isso, mas fingir ser algo que não é e MENTIR nunca vai valer a pena. A Blogosfera é tão amor justamente por se deparar com tantas realidades né? Também amo isso!
      Não, não é fácil, inclusive se você quiser se dedicar mesmo tem que ser praticamente 24 horas de dedicação haha. E amor, claro!
      Fico fleiz que tenha gostado do blog. Um beijo! :*

      Excluir
  17. Uau! Tudo de bom esse post, é exatamente como me sinto. Que bom que entrei na blogosfera certa, ela é muito mais do que resenhas de produtos, é um pouquinho de nós navegando pelo mar da internet. Muito legal!

    ResponderExcluir
  18. Um dia desses estava conversando com uma amiga a respeito do meu blog, e ela perguntou porque eu não era famosa, o porque de eu não ficar pedindo patrocinios, o porque de eu não parar de fazer minhas resenhas de livros para fazer apenas resenhas de produtos a fim de ganhar algo. Fiquei tão ofendida que nós quase discutimos. Esse é um problema de quem vê tudo de fora e não sabe o porquê do nosso esforço, de quem não sabe que criei o blog porque estava em um momento de transição na minha vida, que eu queria apenas me redescobrir como pessoa, que eu amo minhas resenhas de livros tanto, até mais, do que as resenhas de produtos. Agradeço imensamente por este texto, algumas pessoas realmente precisam lê-lo ;)

    Blog Insaturada
    Facebook
    Instagram do blog
    Instagram Pessoal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aff, é cada coisa que a gente atura né!? Acho que já está na hora de fazerem um Manual de Instruções sobre o que é cuidar de um blog para as pessoas entenderem e não falarem besteira.
      O mínimo que a gente pode fazer é continuar sendo quem somos e fazer o que gostamos, isso aí a gente ignora! Manda esse texto para sua amiga, quem sabe ajuda, hehe.
      Beijo

      Excluir
  19. Muitas pessoas hoje em dia só entram nesse mundo da blogosfera achando que vao ganhar dinheiro, presentinhos, mimos e ter uma vida de filme! Se engana quem acha que a vida é só alegria e nao tem que ter esforço e dedicação. Por isso muitas pessoas desistem no primeiro ano, porque realmente é muito difícil se manter.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! As pessoas sempre tendem a menosprezar o esforço dos outros e falar. Mas é aquela coisa, conseguir ter reconhecimento ninguém consegue, mas falar mal e criticar sabe muito bem. Uma pena!

      Excluir
  20. Oi Ju, tudo bem? Só hoje tirei um tempinho para comentar. Não tem como ler seu texto e não dar pelo menos uma opinião, sabe? Eu me identifiquei muito. Recentemente eu comemorei o blogday falando do aniversário de oito anos do meu, e eu refleti muitas das coisas que você citou. Algumas pessoas, quando digo que sou blogueira, me perguntam quanto eu ganho com o blog ou quantos produtos. Tipo... Ei! Calma aí. Eu não desmereço quem consegue renda blogando, mas não se resume a isso. Né? É um cantinho nosso, é levar informação, ajudar seus leitores... E o que mais me chateia é que nisso tudo, algumas novas blogueiras já entram nesse mundo com a visão errada. Não entendo realmente em colocar AMOR naquilo que faz e escreve. Frequentemente vejo em grupos a seguinte pergunta de quem está começando: ''será que vale à pena ainda ter um blog? O youtube dá mais dinheiro''. E aí eu penso que essas pessoas nem começaram, mas estão indo pelo caminho errado... :/
    Parabéns pelo excelente texto!

    Um beijo.
    www.janeladesorrisos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mudou bastante coisa de lá para cá. Esse problema da generalização é chato demais. Blogueira possui um sentido de diversidade de assuntos muito amplo, as pessoas pensam que todas falam de resenha de produtos haha. Essa é a imagem que temos hoje. Poxa, ninguém sabe o que é cuidar de um blog mesmo.

      E então menina, eu fico chateada demais quando eu vejo esses "blogs" mal feito e abandonados e pessoas de nariz empinado dizendo: "Eu sou blogueira!". :´( Depois que o Youtube virou febre muitas pessoas entraram, mas poucas realmente produzem conteúdo, só copiam! E infelizmente isso passou para os blogs também. Mas um dia a verdade vem à tona e e essas pessoas abrem os olhos, quem sabe.

      Muito obrigada pelo elogio, um beijo!

      Excluir
  21. Olá,eu comecei com meu blog a pouco tempo e sei que da muito trabalho e que se não faz por amor logo desiste,eu graças a deus recebo muitos produtos de para fazer a resenha e sei que não e só testar o produto e da uma opinão já neguei muita parceria por não ser o que gosto e não vou fala so porque esta me enviando o produto..pra mim não e receber produto de graça como falam e sim um trabalho.Eu sou dona de casa mae e não ando e eventos e na moda rsrs quando comecei até quiz ser de outra forma de tanto ouvi fala que blogueiras tinha que ser assim ou assado,e ficava triste pq eu nao era assim,agora aprendi ser eu mesma e que meu blog simples tenha a minha identidade e eu não tenha que ser como falam apenas eu.
    flor adorei muito seu post e me descupe foi longo meu comentario.parabens e sucesso sempre.bjss no coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que nada isso de comentário longo, comentários assim são os mais gostosos de se ler! Fiquei muito feliz de ler sua opinião e saber que ainda existe salvação na Blogosfera de hoje. Você está certíssima em todos os posts. Que triste que por um momento você pensou em fingir ser alguém que não era só para "se encaixar", mas não fazer isso é a MELHOR coisa que você pode fazer!
      Continue penando dessa maneira que você terá boas recompensas! Um beijão

      Excluir
  22. Hoje decidi visitar seu blog e o titulo desse post me chamou atenção. No inicio do mês ocorreu a beauty fair, feira de beleza que abre portas para um blog dessa área, como o meu. Durante a feira me deparei com "blogueiros" que não tinham nenhuma postagem no blog, NENHUMA, e que mesmo assim queriam entra no Espaço Blog. Mas o pior não foi isso, voltando para casa, no ônibus do evento, a mulher do meu lado perguntou se eu era blogueiro, era queria dicas porque ela queria montar um blog para ganhar produtos também. Que vontade de chorar, eu tenho 3 anos de blog e nunca imaginei que um dia iria receber produtos... E hoje sou obrigada a ouvir isso. É triste saber que outras pessoas tem uma ideia errada do que é ser blogueira :(
    www.blogsereiando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A situação é mais grave do que a gente imagina. Fico até sem palavras. O que essas pessoas tem na cabeça? Contando assim a gente fica querendo pensar que poderia ser mentira, mas é a triste realidade. Olha o ponto que chegou :´(. Fico a pensar em como seria a qualidade do conteúdo delas caso elas postassem. O problema se torna ainda mais grave quando toda a nossa imagem fica comprometida também.

      Excluir
  23. Ju, meu primeiro blog eu tive quando era bem novinha também. Depois criei mais um outro blog até chegar ao blog que uso atualmente. De 2011 até 2013 eu escrevia no blog com toda vontade do mundo, ai de repente além de blogs o pessoal começou a migrar pra You Tube também, comecei a notar que as resenhas já não eram tão sinceras, muita gente começou a criar blog/canal foi ai que parei com o meu e esse ano também resolvi voltar, mas queria um ar mais profissional pro meu blog. Quando parei eu já recebia produtos de empresas para fazer resenhas e às vezes ganhava coisas que eu nem queria, hoje a minha visão quanto ao blog mudou muito. Claro que eu quero que o meu blog esteja cada vez mais profissional, mas não faço questão nenhuma de fechar parceria com nenhuma empresa a não ser as que eu realmente me interesse, mas infelizmente muitas pessoas tem uma visão ruim do que é ser blogueira hoje em dia, cria blog um dia e no outro já quer sair por ai distribuindo e-mails para fechar parcerias, sem contar as pessoas que acham que vida de blogueiro é somente ganhar coisas, não sabe o trabalho que temos pra fazer um post bom e gerarmos conteúdo descente, e infelizmente somos vistas assim por conta dessas pessoas que entram no mundo dos blogs pensando somente em se beneficiar ganhando produtos de graça.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também presenciei o crescimento do Youtube e muitas pessoas investindo lá, até pensei que blogs estavam super em baixa! O problema é que muita gente julga o fato de pessoas comuns criarem canais e blogs e comentam que é algo supérfluo, "que qualquer um faz", então é coisa de gente desocupada.... Claro que dá um trabalho!
      Tem muita gente louca por parceria aí e não quer nem saber quem ou como vai ser essa parceria, só querem saber do "ter". É muito gratificante saber que muita gente quer se profissionalizar no blog mas sem perder a essência de blogueira. Que continuemos assim! Beijo

      Excluir
  24. Oi Juh, tudo bem? Esse é um assunto as vezes complicado de ser abordado. O fato de blogueira sempre ter que andar arrumada é complicado, pois já passei por essa situação :/ É blogueira e anda assim tão "normal"? haha Logo eu que não curto muito maquiagem, perder tempo escolhendo roupa, e essas coisas que "blogueiras" mais famosas gostam de fazer. Faço parte do grupo de blogueiras bem simples, se der vontade e estiver com pressa, saio de short e chinelo e não me importo muito com o que os outros irão pensar. Nós blogueiras somos responsáveis por criação de conteúdo (conteúdo relevante por sinal), ajudar os leitores de alguma forma, e passar nossa experiência aqui na internet, se é usando maquiagem ou não, acredito que é pouco importante. O blog precisa retratar a essência do que somos, alegre/triste, casada/solteira, falante/introspectiva, cada uma tem sua personalidade e é isso que deveria importar ao criar um espaço pessoal na blogosfera. Como você disse lá no blog, pela minha organização com o blog você não imaginava que alguns dias posso deixar meu quarto bagunçado, mas acontece, as vezes dá uma preguicinha e acabamos deixando pra arrumar outro dia haha somos humanos não é mesmo? haha Por causa de algumas "blogueiras" outras que são realmente acabam sendo prejudicadas, é uma pena, acredito que todo o trabalho que temos deveria ser mais valorizado. Ótimo post! Beijos, Érika *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super concordo do início ao fim! Generalização é um problemão e tanto. E quem sofre é quem não se encaixa nos padrões. Temos nossas dedicações a cumprir, mas também somos responsáveis por passar ao outro aquilo que temos de melhor e aquilo que verdadeiramente somos. Aos que só "copiam" ao invés de se inspirar e obter conhecimento afim de que ganhe mais experiências só sinto pena. Mas espero que um dia caiam na real!

      Um beijo! :*

      Excluir
  25. gostei tanto desse post que vou até colocar no "mistureba" desse mês lá no meu blog <3

    não discordo em nada. sempre que eu falo que tenho um blog, a pessoa já vem perguntando: "você ganha dinheiro?". sabe, chega até a dar uma tristeza... eu não ganho nada (além de muito carinho!) pra publicar as coisas no meu cantinho da internet, e não é por isso que eu deixo de me encaixar no padrão "blogueira". os blogs, a princípio, não eram feitos para receber presentes e coisas do tipo!

    ah, outra coisa eu anda me deixando desanimada em acessar blogs "grandes" é o fato de que a maioria dos posts me parece maçante, superficial, artificial. não sei se só eu tenho percebido isso... :p

    em fim, adorei o texto *_* ah, não sei se já disse, mas seu layout está muito lindo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Figo grata por esse reconhecimento Lu!

      Imagino todo o aborrecimento que passar por isso tenha lhe causado. As pessoas estão tendo um acesso muito mais fácil à nova imagem das "blogueiras" que elas só conseguem ver por esse lado. Não conhecem a essência dos blogs ou como tudo começou.

      Eu também percebi isso, muitos blogs grandes não tem o desenvolvimento semelhante aos nossos, parecem que são de certa forma abandonados!

      Obrigada pelos elogios! <3 Beijão

      Excluir
  26. Super real JU! Eu também tive blog desde 2013/14 e estou recomeçando agora, muito mais madura, claro, porque nesse tempo conheci muito mais a blogosfera. Eu vejo muitos, muitos mesmo passando apenas coisas copiadas, quase plagiadas ou plagiadas, infelizmente. As pessoas só pensam na fama, no dinheiro e mal se importam de trabalhar legal por isso. Outra coisa que me irrita é quando chegam e falam "troco seguidores e blablabla", eu fui falar com uma menina da minha cidade essa semana, "Oi,tudo bem? Vi que você é blogueira daqui", ela nem respondeu, mandou uma dessas mensagem pronta e falou "comenta no que gostar", tipo uma ordem oi? kkkkkkk Eu sempre sou muito educada quando vou pedir para conhecer meu blog, é importante isso. Ter a convicção de passar algo que faz parte da nossa essência mesmo né?

    Beijinho

    http://www.juhlihipy.com/2016/09/as-blogueiras-de-hoje-em-dia.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Troca de seguidores é horrível né? Jamais participaria disso. É bem estranho, considerando que cada pessoa deveria seguir o que gosta, como é que se faz troca de seguidores? E por que fazer?
      Morri com essa de "ordem". Na verdade, fico triste, não sei o que se passa na cabeça de pessoas que pensam assim! Certamente não mereciam ter um blog ou ao menos mereciam aprender mais sobre o que é realmente ser blogueira :/
      Beijos

      Excluir
  27. Parabéns pelo post <3 Não vou dizer que ninguém pensa em ganhar dinheiro com o blog, muitas pessoas pensam, afinal seria um sonho trabalhar com o que você ama, mas não dá para querer apenas isso, se não será uma coisa chata de fazer daqui um tempo. Amo meu cantinho mesmo não recebendo nenhum dinheiro em troca e não largo ele de jeito nenhum <3
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada!
      Realmente não há um problema nenhum em ver o blog como uma fonte de renda, se a pessoa bloga por amor e tão bem, que o torna boa referência para investimentos, isso é ótimo! O problema é tanta gente querendo "copiar" na cara de pau blogs "bem-sucedidos" e querer as coisas facilmente. Dá uma pena e tanto!
      Obrigada por deixar sua opinião :)
      Beijo

      Excluir
  28. Juliana, sempre que vejo textos assim como o seu tenho vontade de aplaudir, sério (e não é só por causa da menção ao meu post, não rs mas mt obg por ela)! Esse negócio de as blogueiras "menores" irem copiando tudo o que as "maiores" fazem achando que vai ter sucesso além de ser chato e cansativo, é retrógrado, pq todo mundo sabe que pro sucesso acontecer não existe receita de bolo, mas sim qualidades indispensáveis pro teu trabalho dar certo, e entre elas estão o amor pelo que faz e a autenticidade. É muito triste ver posts sem alma e com informação rasa, onde vc não tem ideia de quem é a pessoa que escreveu pq ela simplesmente não passou nada dela pro texto. Dá impressão que a gente tá lendo um texto feito por um robô :P
    Vou lá ler o texto da Lamoonier que ainda não conheço rs
    Um beijo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá vontade mesmo, foi o que eu senti lendo o seu texto (você sabe que eu fiquei empolgada na hora de comentar hehe) e o do Lamoonier.
      Super concordo com suas palavras e só Deus sabe o quanto eu fico desapontada com essa realidade. O que me incomoda é: Como essas pessoas não enxergam que seria muito melhor se elas fossem elas mesmas? Se tentassem produzir algo que realmente vem do potencial delas e quisessem se diferenciar, ajudando as pessoas de forma diferente? Nunca vou entender :/

      Muito obrigada pelo carinho e por comentar <3
      Um beijão

      Excluir
  29. Ju, seu post é fenomenal!!! Todas as blogueiras, tanto as antigas quanto as novatas, deveriam lê-lo!!

    A ada dia fica mais difícil encontrar blogs feitos com amor e com o intuito de compartilhar algo de verdade e não ficar famoso, ganhar produtos, etc.

    No próprio Daydream vemos inúmeros posts mostrando garotas fazendo spam no canal alheio, dentre outros. Temos que focar no que nos faz bem, o resto vem devido à nossa extrema dedicação.

    Beijos!! <3

    P.S: eu tomei um susto ao ver que o Evelyn's Place era o blog da Reglyn hahaha. Visitava esse blog todo o dia!! Hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal saber disso Andressa! Realmente, a gente perde as contas de quantas mesmices de divulgação a gente vê né? Não só o conteúdo é repetitivo, mas o desejo de se autocrescer e a menor vontade de ajudar os outros é nítida.
      Concordo com suas palavras, dedicação extrema ainda vai nos levar a lugares que sequer imaginávamos! O resultado é lindo.

      Aaaaah, sério que você não sabia? A Evelyn fala tão pouco dele né... Quando eu vi o nome dela no canal É do Babado eu já sabia! Jamais me esqueceria desse nome... Ela é show! O blog dela era um arraso <3

      Um beijo pra você!

      Excluir