SOCIAL MEDIA

09/08/2016

Gosto de alguém que não gosta de mim. E agora?


Se tem uma coisa que não podemos fazer é mandar no nosso coração. Parece que ele sempre vai de encontro ao nosso cérebro e sempre foge da razão. Não vale botar a culpa no cupido. Talvez ele realmente esteja com problemas de pontaria, mas muitas vezes nós nos encantamos por alguém e não conseguimos impedir que um sentimento de atração e de posterior paixão seja despertado e alimentado cada vez mais.

Gostar é muito bom. Sentir o coração acelerar ao ver a pessoa amada, procurar conhecer cada vez mais a pessoa, ficar admirado por cada ação que ela faz, seja até mesmo tirar a meleca do nariz. É... Quando se está apaixonado tudo vira uma essência de prazer, onde só o lado bom das coisas é visto e imaginado. Você se imagina ao lado daquela pessoa, se vê fazendo inúmeras coisas com ela e já começa a inclui-la num futuro próximo.

Seria tudo perfeito se... Ela não gostasse de você. Pronto. Adeus planos. O coração não entende. Vem aquela frustração. Nem sempre a tal pessoa não gosta de você ou te odeia. Ela simplesmente não corresponde aos seus sentimentos da mesma forma que você. E o que fazer agora? Parar por aí

Não adianta querer ir atrás de mudanças, mudar seus hábitos, aparência, gostos, e etc, para atrair alguém que já demonstrou não estar interessado em você. Primeiro, que se ele disse que não está interessado, ele não está. E quando ele diz isso, ele claramente não está interessado em você e não há nada que vai mudar isso. O primeiro passo a fazer é aceitar a realidade e não conviver com aquela pessoa na tentativa de fazer acontecer algo que não vai acontecer enquanto os dois não tiverem o mesmo propósito.

Não adianta se sentir humilhada porque ele dá atenção a uma menina de forma especial e a você ele não dá. Não adianta querer mudar seu jeito para se sentir mais atraente para ele e assim conquistá-lo de vez. Não podemos mudar as pessoas e não podemos correr atrás de algo que deveria surgir de forma natural e recíproca, e muito menos mudar nosso jeito para agradar essas pessoas.

Pois bem, se não aconteceu é porque não era pra ser. E tem muita gente legal por aí. Reconheça que não podia dar certo e aceite a realidade. Um dia, quando você menos esperar alguém vai gostar de você e você não vai precisar se humilhar ou implorar por amor porque ele vai ser entregue de forma espontânea e verdadeira. E você vai gostar dessa pessoa... naturalmente.

Aposente o cupido, aposente o desespero... Reascenda o amor próprio e foque em coisas produtivas. A paixão é cega, você não precisa dela nem de alguém que não goste de você. E não se culpe por muitas vezes você demonstrar seus sentimentos enquanto outras pessoas os banalizam, porque quem está errado são elas. 

Siga seu caminho, pra quê ser triste mal acompanhado enquanto se pode ser feliz sozinho? 

E você vai ser feliz bem acompanhada... Mas NUNCA com a pessoa errada. Por isso a primeira coisa que você deve fazer quando algo não é recíproco, é parar por aí. Entendeu?


comentário(s) pelo facebook:

4 comentários :

  1. Que texto, viu? Acho que todo mundo já gostou de alguém que não tava nem aí pra gente, mas faz parte, a gente chora um pouco mas logo parte pra outra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz parte da vida. O que não vale é insistir em ficar sofrendo eternamente por conta disso. Tem muitas outras pessoas interessantes por aí.

      Excluir
  2. Já mudei meus gostos para tentar agradar alguém, e digo, não adianta. Fiquei ainda mais perdida e sozinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não adianta mesmo! E acima disso, não vale a pena!

      Excluir