03 atitudes que você precisa incentivar na sua vida


Nesse período de provas que tanto me consomem vou deixar um post 3 em 1, com três dicas que eu tento exercitar no meu dia a dia e gostaria de passar pra vocês. São execícios mentais que com certeza fará a vida de quem os praticar mais leve e repleta de paz. Vamos lá!

01 - Parar de se comparar com as outras pessoas.


Um hábito bem comum e bem destrutivo. Uma pessoa que se compara com as outras de forma não saudável não é capaz de enxergar a sua própria individualidade nem a do outro, de modo que cegamente gasta suas energias para conseguir algo de uma maneira que não vai lhe dar retorno, pelo menos não de uma forma em que lhe seria mais benéfica. 

Nas academias de musculação, por exemplo, muitas pessoas comparam seus corpos com os dos demais clientes sem considerar que seu biotipo, sua rotina alimentar, seu histórico de doenças, entre outros fatores, são diferente das outras pessoas ali. Sem considerar na possibilidade de investir em condições que favoreçam o seu crescimento individual, de modo que sua saúde e sua qualidade de vida sejam respeitadas, muitas dessas pessoas acabam se submetendo à atos que ponhem em risco sua própria vida, como a injeção de produtos anabolizantes sem recomendação e excesso de cirurgias estéticas.

Fora este ambiente, no dia a dia vemos muito casos de pessoas que ao invés de se inspirar no outro para fazer um trabalho tão bom quanto ele, ou ao invés de se comparar com a vida do outro e reconhecer que o outro merece viver relacionamentos felizes ou ter coisas que elas também podem conseguir com dedicação e alcançar com o passar do tempo, acabam criando discórdias, alimentando sentimentos como a inveja, e criando uma competição que poderia muito bem não existir naquele espaço.

02 - Parar de se envolver em assuntos pessoais que não lhe dizem respeito.



Se eu comentar com vocês que não passa pela minha cabeça a curiosidade em saber se fulano ou sicrano é virgem ou não, se ele já se envolveu sexualmente com várias pessoas ou não, e outras coisas do tipo, eu estou sendo sincera. Assuntos assim como o próprio nome já diz são pessoais, e desse modo, por que eu vou me apossar de um fato que não é meu? Qual a lógica de invadir o espaço do outro? E seguindo esse raciocínio, o que saber de tais coisas acrescentaria na minha vida?

Já presenciei colegas que me expuseram abertamente e eu senti uma sensação muito ruim, como se alguém roubasse algo que só fizesse parte do meu mundo e se apoderasse dele para fazer chacota sem nenhuma conscientização. Existe uma coisa chamada respeito e que deve sempre permanecer não importa a situação, não importa o nível de afinidade que você tem com uma pessoa, respeito é algo que deve a todo momento ser construído.

Então se você quer se informar sobre ou falar algo de alguém que não vai acrescentar nada na sua vida e nem vai fazer a vida de ninguém melhor, mas que consequentemente destrói a moralidade de alguém, sinto muito mas você está agindo muito errado e precisa corrigir isso.

03 - Parar de ficar se atormentando com pensamentos de "E se..."


Todo mundo erra, e você errou mais uma vez. Errou. Já passou. Você já não tem mais controle. Só que aí a cabeça esquenta, as consequências aparecem, e você não consegue pensar numa forma de contornar a situação ou até mesmo de enxergar se passar por tal momento foi bom pra você. Mas você consegue pensar numa coisa: "E se eu tivesse feito de outro jeito?". "E se eu não tivesse dito aquilo?". "E se eu tivesse saído de casa dez minutos mais cedo?". "Ah, eu teria conseguido". "Ah, teria sido bem melhor".

Todos sabemos que a vida é feita de incertezas e de frustrações, mas se tem algo que podemos fazer é usar os erros como alicerces para construir um futuro melhor. Parece utópico, fantasioso, mas é a mais pura verdade. Todo o tempo que presenciamos é de aprendizagem constante e existem coisas em que não podemos lidar ou corrigir num piscar de olhos. Então ficar se lamentando pelo o que passou, se angustiando por um erro, não vai te movimentar pra frente. Alimentar pensamentos assim não é saudável, o que você deve fazer é se posicionar de forma positiva, identificando onde errou e como prosseguir para alcançar a meta pretendida.

Espero ter ajudado. õ/

(Créditos das fotos: 1, 2, 3, e 4)


comentário(s) pelo facebook:

44 comentários

  1. July excelentes dicas realmente podemos evitar tantos problemas e preocupações se agirmos assim, no meu caso particularmente o "E se" é o que mais me afeta,mas você tem razão não dá para se lamentar pelo que passou a ordem é seguir em frente,aproveitar a próxima oportunidade.bjsssssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí, ter uma vida mais leve e em paz é mais fácil do que parece! Nem tudo vai ocorrer como a gente quer, mas podemos decidir como lidar com as situações. Beijo :*

      Excluir
  2. Eu preciso para com a atitude 3,muitas vezes os meus pensamentos me atrapalham e me deixam estressada e isso me prejudica muito
    www.estilosamorena.com

    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem como ser feliz com o stress fazendo parte do nosso dia a dia :( Beijo :*

      Excluir
  3. ótimas dicas, pra mim a 1ª principalmente, é uma atitude que eu tenho que tomar o mais rápido possível!

    Peixinhos, Gabbe!
    Blog: Talo de Maçã ♥ |Fanpage ♥ |Instagram ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mais rápido mesmo, não podemos deixar pra depois! Beijos :*

      Excluir
  4. Nossa bem verdade esse post, essas coisas são essenciais para a gente viver melhor neh!! Adorei o texto...Gostei muito do seu blog e conteúdo, vou deixar aqui uma dica/convite, é sobre uma plataforma de divulgação para bloggers no Brasil muito interessante, ela é espanhola e esta no Brasil apenas dois meses e já tem muitos blogs cadastrados.. ..Dá uma olhada vale muito a pena..Bjuss
    http://www.feedhi.com
    https://petitluxo.com/2016/03/01/feedhi-no-brasil/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essenciais mesmo, obrigada pela dica! Vou conhecer a plataforma! Beijo :*

      Excluir
  5. Depois de ler esse post tenho a absoluta certeza que tenho problemas. Tem uma garota que me bloqueou de todas as redes sociais por ciúmes, desde então eu vivo entrando nas contas das minhas amigas para ver o que ela faz da vida e fico me culpando "por que minha vida não é boa assim?". De uns tempos pra cá, percebi que a minha vida é boa do jeito que é, só pensava ao contrário por que o estilo de vida dessa garota é diferente do meu apesar de termos os mesmo gostos.
    O post ficou muito bom, hein.

    www.aconteceucomagente.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é, já passei por situação parecida! Parece que somos impulsionadas a agir assim e sem consciência fazemos atitudes doentias. Mas não se culpe, reconheça o erro e o seu valor, tem coisas mais significantes para se dar atenção :) Beijos :*

      Excluir
  6. Nossa, que tapa na cara eu levei. Pra mim a mais difícil é a terceira, sou a rainha do "E se..." (agradecimentos especiais ao meu signo de libra). Sério, meus pensamentos de "ah, mas como seria se eu fizesse assim ao invés de assim" me impedem de tirar muita coisa do papel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo :/ Quando pensamentos assim são constantes eles acabam tendo o controle da nossa vida, muito chato isso. É tempo de assumir o controle! Beijos :*

      Excluir
  7. Ótimas dicas! Pela minha criação, a primeira e a segunda são hábitos pra mim desde sempre, e percebo o quanto isso me faz bem e me deixa mais leve!
    A terceira é a mais difícil pra mim, apesar de conseguir... No meu caso nem é de pensar "e se eu tivesse feito diferente?".. Acho que nunca me arrependi de algo pra pensar assim... Mas de antes de tomar uma decisão pensar e me torturar com todos os "e se"s possíveis... por um lado é bom, por outro... bem destrutivo!
    Beijos!
    A Menina da Janela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal que você já pensa assim :) Entendo seu ponto de vista, realmente pode ser um ato bem destrutivo.
      Beijos :*

      Excluir
  8. Dicas pequenas mais que fazem diferença!
    Preciso melhorar a dica 1 e a última dica... Bjs!

    ResponderExcluir
  9. "02 - Parar de se envolver em assuntos pessoais que não lhe dizem respeito." Vou fazer um BANNER disso aqui e mostrar pro povo. Acho q a grande maioria das pessoas são assim. Se metem e se envolvem em coisas q não as cabe neé? Ai acaba criando conflitos, atritos e se enchendo de sentimentos ruins. Amei real. ♥

    ResponderExcluir
  10. Super concordo com o seu post!
    Muitas vezes, deixamos de fazer algo que queremos muito, porque pensamos no que o outro vai achar da nossa atitude, pensamos no que o outro tem que eu não tenho e assim por diante.
    E é muito mais saudável parar de agir assim. Buscar sermos melhores para nós mesmos! E não para os outros! ;)

    www.plataformaviajante.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí! Nunca seremos verdadeiramente felizes enquanto acharmos que a nossa felicidade é querer ser o que o outro quer que sejamos ou ter o que o outro possui.

      Excluir
  11. Oi flor! São dicas ótimas que eu também tento exercitar na minha vida, principalmente a de se comparar com os outros, tento ser o meu melhor a cada dia! beijinhos de luz pra vc!

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bem? Essas atitudes realmente são bem importantes. Muitas vezes nos comparamos aos outros e nossa auto estima acaba ficando pra baixo :( Devemos nos amar como somos, e procurar melhorar por nós mesmos. Adorei as dicas! Beijos florzinha <3

    ResponderExcluir
  13. Sério!!! é EXATAMENTE como eu penso, todas as coisas que você disse eu tento "evoluir" e não me "envolver" com essas coisas, principalmente pararmos de nos comparar com os outros!!! Somos lindas(os) como somos e temos que parar de nos sentir inferior ou algo do tipo... temos que ser felizes assim como somos! E acima de tudo nos AMAR!! ^^

    ResponderExcluir
  14. Se a gente colocasse essas três coisas em prática seria tudo tão mais fácil né? hahaha
    E eu juro que não entendo a necessidade das pessoas de saber coisas pessoas dos outros! De amigo, youtuber, família, gente que nem conversa... Acho que é justamente para se comparar, como você disse no número 1. Acho essa mania péssima!
    Eu preciso trabalhar muito nos "e se", coisa de libriana indecisa e que quer sempre fazer a coisa certa </3 sempre fico revivendo o passado e avaliando 1000 opções! :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o pior é que as pessoas acham que as pessoas públicas tem dever em se expôr como se elas por serem mais conhecidas perdessem totalmente o direto de privacidade, aff. Espero que consigas superar sua mania libriana, rs. Beijo :*

      Excluir
  15. A sua 1ª dica para mim é a mais importante! Todos temos que parar de nos compararmos como os outros, e nos amarmos mais. Adorei as dicas, mas a última é a única que não consigo parar, eu sempre me torturo com esse "E se...", eu sempre penso no que poderia ter acontecido SE... Porém, graças a Deus estou conseguindo deixar "E se" de lado, espero conseguir!
    Beijão, Ju!

    http://1momentoqualquer.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você está conseguindo superar! Espero que continue se esforçando mais e quando você menos esperar já vai estar agindo naturalmente e sendo uma pessoa melhor :) Beijos :*

      Excluir
  16. Dicas maravilhosas para a vida <3
    Sempre achei que as pessoas que gostam de se comparar a outras e, por consequência, acabam cuidando mais da vida de terceiros do que dá delas mesma, esqueçam de it para a frente. Sempre vai tentar ser o que o outro é.

    Ah, e eu sempre tento fazer de tudo um pouco, para que, caso eu me arrependa, me arrependa ampere das coisas que eu FIZ! para não me torturar com os "e se...".

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito fácil observar que essas pessoas que olham a vida dos outros demais não tem "nada", não conseguem obter nada produtivo porque o tempo deles é gasto em vão se ocupando com coisas insignificantes. Que bom que você pensa assim, adorei, haha.
      Beijão.

      Excluir
  17. Nossa, COMO EU CONCORDO COM CADA PALAVRA QUE VOCÊ DISSE. Preciso colar isso na parede pra ver se aprendo a parar com "e se..."
    www.juliacharan.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu preciso colar na minha testa, no meu cérebro, pra ver se aprendo realmente, r :p Beijos

      Excluir
  18. Olá Juliana, tudo bem?
    Achei seu post incrível! ♥ Me identifiquei bastante com tudo o que escreveu. Procuro dar o meu melhor em tudo aquilo que depende de mim. Acho que me comparar a outra pessoa, só faria com que eu vivesse tentando ser aquilo que não vou. :)
    Beijos :*

    http://midnight-skies.com

    ResponderExcluir
  19. Não ter mais essas atitudes é com certeza uma libertação! As pessoas precisam se preocupar mais com elas mesmas, focar no que são e no que realmente querem, sem ficar espiando os outros, ouvindo demais a opinião alheia e se comparando mesmo. Ótimo post!
    boa semana :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  20. Sem dúvidas, são três conselhos que eu levarei para a vida inteira, principalmente os pensamentos de "e se...". Texto muito bem construído e preciso dizer que amei o layout novo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada <3 Também fiquei morrendo de amores por esse layout ;*

      Excluir
  21. Acho que o mais difícil de cumprir é o "e se...". Acho que a maioria das pessoas se pergunta e fica pensando. Tento não olhar pros outros pra me comparar porque fico mal e é horrível kk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é horrível mesmo. E o "e se" é muito díficil de não ser pensado :/

      Excluir
  22. Sempre tive um probleminha com autoestima e uma das coisas que mais pioravam isso, quando resolvi parar e procurar maneira de me livrar disso, era do fato de eu me comparar muito as outras pessoa, faz muito mal e desde que me vigio para não fazer isso novamente, estou bem melhor e o "e se" também, é como uma auto mutilação, ficar se torturando, fazia muito também e me vigio bastante nesse ponto também.
    Menina Psicótica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se comparar as outras é um mal mesmo! Essa questão do "e se..." acredito que muita gente sofre e já sofreu por isso. Bom é superar! Beijo

      Excluir